Fazer o que gosto ---- é garantir o que sinto!

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Dia do Saci e seus amigos


Em maio foi aprovado na Câmara Municipal de Pouso Alegre o Dia do Saci e seus amigos para ser comemorado hoje, 31 de outubro. Na época o Jornal A Tribuna fez várias criticas a esse projeto, não pelo fato de ser contra a cultura nacional, o que não teria o menor sentido, mas sim pelo desproposito da hora que um projeto deste entrou em votação enquanto a cidade passava por momentos de crise política.

Mesmo assim o projeto foi aprovado, por 7 votos, muitas criticas foram feitas, pela população, pelo Jornal A Tribuna, por meio da comunidade Pouso Alegre no Orkut... mas o tempo passou e não se tocou mais nesse assunto. Hoje o primeiro Dia do Saci e seus amigos é comemorado na cidade. Peraí, comemorado? Onde? Aaa lembrei, pode ser que no sítio do Pica-Pau Amarelo deve estar tento alguma festinha para o arteiro Saci, mas em Pouso Alegre não houve nenhuma referência a ele.

O máximo que se vê hoje é a celebração do halloween, também comemorado no dia 31 de outubro, nas escolas particulares e de inglês. Quem lembra hoje do Dia do Saci, só o faz para tirar sarro deste episódio que aconteceu em Pouso Alegre e que em vez de virar um dia para se lembrar a cultura nacional virou uma data de motivo de piadas.

4 comentários:

André disse...

Só há um adjetivo pra essa lei: IDIOTA.

Batata - Carlos Manoel disse...

Hoje, pensando bem, com mais calma, vejo que a lei é interessante, porém logo no início da sua vigoração (será que existe essa palavra, mas enfim...), o poder público esqueci dela... é o Brasil!

Rosy disse...

Coisa de gente de um neurônio só

Bill disse...

Não sei, penso que a idéia esteja toda no seu post.
Combater a americanização da cultura... Não só as escolas particulares celebração do halloween, grande partes das instituições o fazem como se fosse um ritual clássico de nossa cultura.
Nem é uma defesa a lei, já que ela em si nesse caso pelo visto não ajuda em nada, deviam sim preocupar com a preservação da cultura, mas longe dos papeis e canetas das ditas leis.
(=